(post atualizado em 21/08/2017)

Este é um post que vai falar de voos, mas começa com um exercício de imaginação. Tente visualizar a seguinte situação: em um prédio de trinta andares, você mora no décimo. Num dia de sol, você decide pegar uma piscina no terraço. Só que ao entrar no elevador, em vez de ir direto para o topo, você precisa descer ao térreo antes de subir todos os trinta andares. O deslocamento, que deveria ser de vinte andares, acaba sendo de quarenta. Leva pelo menos o dobro do tempo. Isso se o elevador não parar outras vezes no meio do caminho.

A metáfora ilustra bem o que passam os moradores do Norte e do Nordeste do Brasil quando saem de férias para o exterior. Como a oferta de voos internacionais é restrita nessas regiões, quase sempre é preciso descer no mapa até Guarulhos ou Galeão e então embarcar rumo ao destino final. O resultado: mais tempo de deslocamento, mais tempo coalhando num aeroporto ou mais risco de uma viagem melar com uma conexão perdida. Isso se não acontecer tudo isso no mesmo pacote.

Felizmente, algumas companhias aéreas têm descoberto a demanda reprimida nessas regiões e têm criado rotas fora do eixo Rio-São Paulo. Já há voos saindo de capitais do Norte e do Nordeste para vários dos principais destinos turísticos dos brasileiros pelo mundão afora. De Orlando a Cabo Verde. De Milão a Bogotá. De Frankfurt ao Caribe venezuelano. Dá para chegar a todos esses lugares sem a necessidade de descer até o sudeste.

Esses voos alternativos ajudam não apenas quem mora no Norte e no Nordeste, mas também aumentam as possibilidades de combinação de roteiros para qualquer brasileiro. Não seria nada mau, por exemplo, pegar uma praia no Ceará e um inverno na Itália nas mesmas férias.  Quanto mais flexibilidade você tiver para programar sua viagem, maior a possibilidade de pegar promoções em mais de um trecho.

Resolvi reunir neste post as principais rotas internacionais saindo de capitais das duas regiões. Algumas delas são consagradas, outras mais recentes. Todas podem otimizar, oxigenar ou turbinar suas férias. Anote a dica e pegue seus voos preferidos!

(ATENÇÂO: este post foi atualizado em 21/08/2017)

 

Munique via Recife (Condor)

Munich, Voos alternativos

Foto: wieganddesign / Pixabay

Que tal voar direto para a terra da Oktoberfest? Ou para ver um jogo do Bayern de Munique in loco? O voo Recife-Munique sem escalas foi a grande novidade depois que o post foi publicado pela primeira vez. A novidade vai começar a ser operada no dia 7 de novembro de 2017. As saídas do Recife serão sempre às terças-feiras. De Munique, às segundas. Os voos têm duração de 10 horas e serão feitos em aeronaves 767/300, com classes executiva, comfort e econômica. Nas pesquisas feitas à época do anúncio, era possível encontrar a passagem a partir de 329 euros o trecho.

Site da companhiahttps://www.condor.com

 

Milão via Fortaleza e Recife (Meridiana)

Foto: igorsaveliev – Pixabay

A Meridiana é a segunda maior companhia aérea italiana (atrás apenas da Alitalia) e opera voos regulares para o Brasil desde 2015. Hoje a rota tem como destino o aeroporto de Milão – Malpensa. Os voos saem sempre às quintas-feiras. Na ida, a rota é Fortaleza – Recife – Milão. Na volta, Milão – Recife – Fortaleza. O trecho intercontinental dura cerca de 9 horas. Dependendo do mês da viagem, é possível encontrar passagens por pouco menos de 300 dólares o trecho.

Site da companhiahttps://www.meridiana.it

 

Frankfurt via Fortaleza e Recife (Condor)

Foto: tpsdave – Pixabay

A cidade alemã não é exatamente um destino turístico. Mas é um dos maiores hubs da Europa. Localizada no centro da Europa continental, Frankfurt tem voos para centenas de aeroportos não apenas no velho continente. Portanto, a rota pode servir para inúmeros destinos. A Condor opera no Brasil desde 2011 e hoje tem dois voos no Nordeste: saindo de Recife às terças (a partir de outubro de 2017, muda para as quartas) e de Fortaleza aos domingos. Os voos duram em torno de 9 horas. Dependendo do mês da sua viagem, é possível encontrar passagens a partir de 329 dólares o trecho.

Já voei de Condor duas vezes: uma em junho de 2015 e outra em fevereiro de 2017, sempre tendo Recife como origem ou destino. A diferença que notei entre essas duas experiências foi que passaram a utilizar aeronaves sem a classe executiva e sem sistema de entretenimento individual. O serviço de bordo e o conforto são OK.

Site da companhiahttps://www.condor.com

 

Madri via Salvador (Air Europa)

Foto: falco – Pixabay

A rota entre a capital baiana e a capital espanhola não é muito recente: tem voos regulares pelo menos desde 2009. Hoje são duas saídas semanais, sempre às terças e sábados, com duração em torno de 9 horas. Voei nesta rota em abril de 2016, na viagem de férias para as Ilhas Canárias. As aeronaves são confortáveis e o serviço é bom. Além disso, as promoções são sempre convidativas. Na Black Friday, por exemplo, sempre há descontos de 25 a 30%. Numa pesquisa fora de promoção, é possível encontrar passagens por pouco mais de R$ 2 mil, ida e volta.

Site da companhiahttps://www.aireuropa.com/

 

Lisboa via Belém (TAP)

Foto: SofiLayla – Pixabay

A companhia aérea portuguesa tem voos para dez cidades brasileiras. Porém, apenas um fica na região Norte: Belém. São duas saídas semanais entre a capital paraense e a portuguesa, às terças e sábados. O voo dura em torno de 8 horas. Para os nortistas, esta é a opção mais conveniente para uma viagem de férias rumo à Europa. A má notícia é que a TAP anda bem careira. Tá meio difícil de encontrar passagens abaixo de R$ 3 mil, ida e volta. Para quem mora no Nordeste, a TAP tem saídas de Recife, Fortaleza, Salvador e Natal.

Site da companhiahttps://www.flytap.com/pt-br/

 

Orlando via Recife (Azul)

Foto: eduneri – Pixabay

Essa dica é para quem tem a Disney nos planos de férias. Em dezembro de 2016, a Azul começou a operar voos diretos para Orlando saindo do Recife. Além de evitar um voo até a região Sudeste, a nova rota evita a necessidade de deslocamento para Orlando a partir de Miami (destino da maioria dos voos rumo à Flórida saindo do Brasil). São quatro saídas semanais: domingos, segundas, quintas e sextas. Em época de férias escolares, a frequência é aumentada. Os voos duram cerca de 8 horas. Fora de promoções, é possível encontrar bilhetes a partir de R$ 2,4 mil, ida e volta. Quem tem conta no programa de fidelidade Tudo Azul pode encontrar trechos a partir de 31 mil pontos.

Site da companhiawww.voeazul.com.br

 

Miami via Manaus, Belém, Fortaleza e Recife (American Airlines e Latam)

Foto: pixexid – Pixabay

Eis uma rota que já teve várias alterações ao longo dos últimos anos. Companhias, frequências, destinos… Parece que a cada ano tem uma novidade na conexão entre o Brasil e Miami. Hoje, entre as capitais do Norte e Nordeste, a mais bem servida é Manaus. De lá, há um voo diário para Miami pela American Airlines e um semanal aos sábados pela Latam. Belém tem dois voos semanais pela Latam, às quartas e sábados. Fortaleza tem um voo semanal às terças pela American Airlines. E Recife tem um voo semanal às quartas pela Latam.

Sites das companhias – American Airlines (https://www.aa.com.br) e Latam (https://www.latam.com)

 

Fort Lauderdale via Belém (Azul)

Fort Lauderdale, voos alternativos

Foto: sgd / Pixabay

Mais uma novidade divulgada depois que este post foi publicado. A Azul anunciou em agosto um grande incremento nas rotas entre o Brasil e os Estados Unidos. E Belém foi contemplada com o anúncio de quatro voos diretos semanais até Fort Lauderdale, na Flórida. A cidade fica cerca de 50 quilômetros ao norte de Miami e pode servir como ponto de partida para uma viagem pelo estado americano. No entanto, os voos ainda estão em fase de aprovação pelas autoridades dos dois países. Só depois disso, é que a Azul vai poder começar a vender as passagens. Segundo a companhia, os voos sairão de Belém aos domingos, segundas, quartas e sextas e terão duração de 4h15.

Site da companhia – http://www.voeazul.com.br/

 

Cabo Verde via Recife e Fortaleza (TACV)

Foto: Divulgação TACV

Um destino exótico com voos curtos e passagens baratas. Nada mau para descobrir a África, hein? A companhia cabo-verdiana TACV opera voos diretos entre o Brasil e a cidade de Praia, capital do arquipélago. São apenas quatro horas de voo. Dependendo do mês da sua viagem, dá para encontrar passagens em torno de 300 dólares ida e volta! Além disso, o aeroporto de Praia tem voos diretos para destinos na Europa (Lisboa, Paris e Amsterdam) a partir de 115 euros o trecho. A rota entre o Brasil e Cabo Verde é feita uma vez por semana. Às quintas, os voos saem de Recife para Praia. A volta é de Praia a Fortaleza às quartas.

Site da companhiahttps://flytacv.com/

 

Cidade do Panamá via Manaus e Recife (Copa)

Foto: julianza – Pixabay

Se a Europa é distante para quem mora na região Norte, o Caribe é logo ali! A Copa Airlines tem quatro voos semanais entre Manaus e a Cidade do Panamá, o maior hub da América Central. De lá, é possível pegar conexões para dezenas de destinos ali por perto (Cuba, Costa Rica, Porto Rico, etc) e também para México e Estados Unidos. O voo entre a capital amazonense e o Panamá é razoavelmente curto: 3h46. As saídas são sempre aos domingos, segundas, quartas e sextas. A média de preço que encontrei foi de 755 dólares, ida e volta.

Para quem mora no Nordeste, a Copa tem dois voos semanais para o Panamá saindo do Recife às terças e sextas. Os voos duram pouco mais de 7 horas e consegui encontrar passagens por cerca de 700 dólares, ida e volta.

Site da companhiahttps://www.copaair.com/pt/web/us

 

Barcelona/Venezuela via Manaus (Avior)

Foto: Wikimedia Commons

Se você ouve falar em Barcelona e só pensa em Gaudí e Camp Nou, não se sinta estranho. Eu também não sabia que existia uma Barcelona na Venezuela e muito menos que havia voos diretos do Brasil até lá. Pesquisando um pouco, descobri que o aeroporto de Barcelona é o mais próximo de Puerto la Cruz, cidade de onde partem ferry boats para a Ilha de Margarita.

A ilha fica no Mar do Caribe e é o principal destino turístico da Venezuela. O balneário também sofre com as crises econômicas e políticas do país. Por isso, é bom fazer uma pesquisa antes de escolher esta viagem. A Avior, companhia venezuelana, tem três voos semanais saindo de Manaus (domingos, terças e quintas). Eles duram 2h25 e custam em torno de 250 dólares, ida e volta.

Site da companhiahttps://www.aviorair.com/

 

Buenos Aires via várias cidades (Gol, Tam e Aerolineas Argentinas)

Foto: GRAPHICALBRAIN – Pixabay

A capital argentina virou o símbolo de primeira viagem internacional para algumas gerações de brasileiros desde a flexibilização dos preços das passagens. Além disso, o turismo dos argentinos por aqui tem se expandido além das praias do sul do país. Portanto, nada mais natural que os voos entre o Brasil e Buenos Aires se dissipassem por várias cidades. Já há rotas disponíveis saindo de Manaus (única cidade do Norte), Fortaleza, Natal, Recife, Maceió, Salvador e Porto Seguro (!!!). Os voos duram de 3h55 a 5h30 e são operados por três companhias: Gol, Latam e Aerolineas Argentinas.

Site das companhias – Gol (https://www.voegol.com.br), Latam (https://www.latam.com) e Aerolineas Argentinas (http://www.aerolineas.com.ar/pt-br)

 

Montevidéu via Recife (Gol)

Foto: Leonardo Aquino

Se Buenos Aires já tem voos diretos pulverizados pelo Brasil, o mesmo não se pode dizer de Montevidéu. A capital uruguaia tem apenas uma rota sem conexão rumo ao Norte/Nordeste: Recife, de onde há uma saída semanal operada pela Gol, sempre no fim da noite de sexta-feira. Os preços costumam ser muito bons: pouco mais de R$ 1 mil, ida e volta.

Site da companhiahttps://www.voegol.com.br

 

Bogotá via Fortaleza, Salvador e Recife (Avianca)

Foto: Leonardo Aquino

A Colômbia virou a nova queridinha entre os visitantes brasileiros, seja pela multiculturalidade de Bogotá ou pelas caribenhas Cartagena e San Andrés. Agora a rota até lá ficou mais fácil para quem mora no Nordeste. Já há voos diretos de Fortaleza até Bogotá (5h50 de duração, uma saída semanal aos sábados). E, a partir de setembro de 2017, haverá a rota a partir de Salvador (6h15 de duração, uma saída semanal às sextas). O preço médio está em torno de R$ 1,6 mil, ida e volta.

Uma novidade neste post: a Avianca e o governo de Pernambuco anunciaram em agosto um voo semanal Recife-Bogotá. Até a última atualização deste post, não havia muita coisa confirmada. Nem os dias das saídas nem a data do início da operação. Mas a previsão é que os voos comecem a circular em dezembro.

Site da companhiahttps://www.avianca.com.br/

 

Córdoba via Salvador (Gol e Aerolineas Argentinas)

Foto: Pablo D. Flores – Wikimedia Commons

Eis uma rota inusitada mas que pode ser muito bem aproveitada pelos viajantes brasileiros. Córdoba é uma cidade massivamente povoada por estudantes. Tem uma das universidades mais tradicionais da Argentina e recebe jovens de toda a Argentina. Mas a poucos quilômetros de Córdoba capital, estão os destinos turísticos mais interessantes. As serras de Córdoba, onde ficam as pequenas cidades de Villa General Belgrano e Villa Carlos Paz, têm um circuito de inverno ainda pouco conhecido pelos brasileiros. A rota entre Salvador e Córdoba é feita uma vez por semana, sempre aos sábados, pela Gol e pela Aerolineas Argentinas. O voo dura entre 4 e 5 horas.

Site das companhias – Gol (https://www.voegol.com.br) e Aerolineas Argentinas (http://www.aerolineas.com.ar/pt-br)